O Brasil Pro Industrial: Como afeta o mercado agro?

O agronegócio movimenta milhões de reais na economia brasileira e sem esse tipo de atividade nossa economia estaria completamente perdida.

A pandemia e outras circunstâncias impactaram o desempenho do mercado agro nesses últimos anos. Se você quer saber como anda o panorama do segmento e as dificuldades pelas quais está passando, fique até o final desse artigo e aproveite!

O mercado agro

O mercado agro tem um grande papel no giro da economia brasileiro. Nesse período difícil que estamos vivendo de uma pandemia e altos índices de inflação, não tem como o mercado não sentir os impactos, inclusive no setor agro.

Essas problemáticas geraram diversas consequências que levaram o preço de alimentos e insumos agrícolas a alcançarem patamares muito altos. Essa alta exorbitante nos preços fez com que o setor sentisse um baque muito forte. Porém, com o tempo a esperança foi e está aumentando.

A pandemia trouxe uma alta demanda por alimentos, alta nos custos de combustível e insumos, além de baixos estoques. Essas características atrapalharam o trabalho de todo o setor e ainda assombram milhares de produtores agrícolas e agropecuários.

Outro ponto que impacta o mercado agro de forma extremamente negativa é o choque inflacionário grande que diversos países têm que enfrentar, inclusive o Brasil. Mesmo que o país esteja em um processo de crescimento econômico por meio de ações governamentais a base de juros baixos, essas estratégias levaram a falta de insumos agrícolas e consequente inflação do setor.

Em 2023, esperamos que o mercado agro tenha uma normalização maior por estarmos lidando de forma mais estável com a pandemia. A taxa de inflação e crescimento econômico podem sofrer variações mínimas. E, o setor terá redução da financeirização, maior oferta dos insumos agrícolas e, assim, uma tendência de acomodação dos preços.

Esperamos que tenha gostado do conteúdo! Para ficar ligado nas últimas notícias sobre o mercado agro, acompanhe o blog do Negócio Fechado. Muito obrigado pela leitura!


Postado por Negócio Fechado, 21/12/2022 às 11:20



Início