Confira 05 Dicas de como manter o pasto do seu gado em dia

Trabalhar com pecuária requere o máximo de atenção aos animais. Por serem os produtos a serem comercializados, o gado precisa do melhor cuidado possível. Não só no seu manejo, mas também na sua alimentação.

O objetivo de tornar o gado saudável e pronto para ser vendido só pode ser alcançado com uma boa alimentação do animal. Sendo o pasto a principal fonte de alimentação do gado no Brasil, saber manter o pasto em dia é essencial para ter animais saudáveis o ano todo.

Para te ajudar com a produtividade do seu gado na propriedade, nós do Negócio Fechado, separamos 05 dicas sobre o que fazer para manter o seu pasto em dia. Boa leitura!

1. Análise de solo

É essencial saber sobre a formação do solo que será base da forrageira. O investimento em fertilidade e adubação do solo vai fazer com que o pasto tenha maior crescimento e seja ainda mais nutritivo para seu gado.

Essa análise pode ser feita por secretarias municipais e estaduais de agricultura ou até por empresas particulares. 

Com o resultado em mãos, junto com o auxílio de um Zootecnista ou Agrônomo você saberá a dose de calcário e/ou fertilizante que falta ao solo, deixando-o nas condições ideais para plantio ou persistência da pastagem.

2. Escolha a melhor forrageira 

Após preparar o solo, está na hora de pensar ativamente no pasto. Com o diverso número de forrageiras no mercado, você tem que fazer uma pesquisa muito minuciosa para identificar qual a melhor para sua propriedade.

Cada forrageira possui diferentes características. Procure ajuda especializada e consulte a forrageira que mais se adapta ao seu sistema produtivo, às características do seu solo e às condições de clima da sua região.

Tome cuidado com a formação do pasto e a carga animal colocada sob ele! Um pasto com alta carga animal poderá sofrer degradação e menor capacidade de rebrote, demandando maior tempo para crescimento! 

Também não se esqueça de adotar estratégias de manejo de pastagem e adubação para a época da seca. 

3. Cuide das pragas do pasto

Da mesma forma que você monitora o gado diariamente, não deixe de verificar o pasto também.

A infestação de pragas em um pasto pode acabar com uma temporada de alimento para os animais e isso consequentemente vai afetá-los diretamente.

Além do fato de que essas pragas, na maioria das vezes, também podeia fazer mal ao gado de forma ativa.

4. Controle a homogeneidade de animais por lote

Se você não souber fazer o controle de animais por lote é capaz de ao invés de ter mais resultados, a sua propriedade acabe sendo prejudicada.

5. Não deixe de usar adubo e fertilizantes

O pasto também precisa de materiais para ficar saudável. Procure e estude os melhores tipos de adubos e fertilizantes para o seu solo. Leve em conta o estado da pastagem, do solo e a época do ano na hora da sua escolha.

Tomara que tenha curtido as dicas! Se você precisa de um parceiro para a compra e venda do seu gado, conte com a gente da Negócio Fechado. Acesse o link e conheça mais um pouco dos nossos serviços!


Postado por Negócio Fechado, 25/08/2022 às 11:27



Início